Dida Andrade

Conheci o professor Márcio em 2001. Tive o prazer de ter sido ajudado por ele até 2004, período do colegial.

Sempre tive muitas dificuldades em exatas e por ter DDA e Hiperatividade, aqueles números não se fixavam na minha cabeça e estava prestes a perder o ano. O Márcio com a sabedoria de um mestre desenvolveu um método para focar minha atenção e consegui passar em física, química e matemática. Foi o melhor presente que pude dar pra minha família que já procuravam outro colégio mais fraco.

Ao longo do tempo, nossos encontros ganharam uma gostosa relação de amigo – tanto comigo quanto com meus pais. Embora me ensinasse exatas, ele me incentivou na leitura e trabalhou minha auto-estima.

Moral da história, consegui passar em cinema na FAAP, hoje tenho uma produtora com um amigo e fizemos um filme que ganhou melhor direção e melhor fotografia no Festival de Gramado e indicamos o Márcio pra inúmeras pessoas e familiares. Felizmente todos tiveram uma experiência tão boa quanto a minha.